Paço dos Infantes – Herdade da Lisboa

mais informações:

comercial@enolea.pt

A Paço dos Infantes, outrora marca de vinhos da Casa Agrícola Almodôvar, surgiu no início do anos 80 do século XX. Considerado um dos primeiros vinhos tintos da época moderna, obteve inúmeros prémios e distinções nacionais e internacionais. A marca Paço dos Infantes está ligada à Herdade da Lisboa, propriedade sita na freguesia de Selmes, concelho da Vidigueira e acompanhou as vinhas sempre que estas adquiriram novos donos.

Em Maio de 2011, a Herdade da Lisboa e a marca Paço dos Infantes são adquiridas pelos atuais proprietários, a empresa Enolea – Sociedade Agrícola, Lda., que integra um grupo de empresas com presença na agricultura (olival), na indústria alimentar (produção, refinação e embalamento de óleos alimentares e azeites), na produção de energia (biocombustíveis) e na logística (transporte e armazenamento de produtos alimentares). Atualmente, a propriedade tem 325 hectares, resultado da aquisição de terrenos confinantes.

A Herdade da Lisboa possui 87.3 hectares de vinha, com destaque para as castas brancas Antão Vaz (14.19 Ha), Arinto (7.06 Ha), Chardonnay (4.95 Ha) e Alvarinho (4.22 Ha) e para as castas tintas Trincadeira (13.49 Ha), Aragonês (10.84 Ha), Alicante Bouschet (6.92Ha), Touriga Nacional (5.61 Ha), Merlot (4.32 Ha), e Cabernet Sauvignon (4.17 Ha). Nos anos de 2007, 2008 e 2009 foi efetuada a replantação da vinha. Em 2015, foram plantados mais 4.2 hectares e está previsto a plantação de mais 11.7 hectares em 2016.

Inseridas na sub-região da Vidigueira, as vinhas da Herdade da Lisboa estão protegidas a norte pela Serra do Mendro, cujas escarpas com orientação Este-Oeste conferem um clima mais temperado e com maior pluviosidade, quando comparado com o das outras sub-regiões do Alentejo, mesmo sendo a sub-região cuja localização se encontra mais a Sul.

Os solos da Vidigueira, predominantemente xistosos e graníticos, conseguem conferir uma certa mineralidade aos seus vinhos. Na Herdade da Lisboa, localizada entre a Ribeira de Selminhos a nascente e a Ribeira do Freixo a poente, abunda um solo mais rico, com potencial para criar vinhos brancos e tintos únicos.

No ano de 2012, enquanto estava a ser elaborado um projeto de revitalização da Herdade, a Enolea decide vinificar uma parte da produção de uvas numa adega próxima, que motivou o lançamento da marca Convés e o relançamento da marca Paço dos Infantes.

Em 2015, começaram a laborar as primeiras unidades do projecto agroindustrial na Herdade da Lisboa das quais são parte integrante um lagar para extração de azeite, com capacidade para processar até 400 toneladas de azeitona/dia, e uma adega com capacidade de vinificação para 540.000L de vinho.

Entre em Contacto

Se quiser conhecer melhor este projecto, estamos aqui para o receber.

Contactos